Morro do Soldado - Por Gustavo Oliveira

Cada vez estamos mais obcecados por ir mais longe, encontrar menos gente e encarar caminhos mais difíceis e desconhecidos. A chegada se torna um troféu, e os momentos ali compartilhados são muito mais saborosos. 

O Morro do Soldado Sebold em Alfredo Wagner - SC foi assim. Zero placas, nenhum sinal de celular, horas de estrada de chão e algumas poucas vacas que não foram úteis para encontrarmos nosso destino. 

A cada fuga ficamos melhores e mais focados na preparação das refeições.
Dessa vez tínhamos um leitão pururucado e uma costela que ficaram por 6 horas no fogo. No dia seguinte uma ascensão ao topo do morro, no “pé dos soldados” - formação rochosa que da nome ao lugar. Não seria nada demais não tivéssemos aberto nossa própria trilha (encontramos a trilha original na descida). Isso nos rendeu quedas, cicatrizes e risadas. 

Aproveitamos a cachoeira e um por do sol indescritível com a sabedoria de quem sabe que será difícil um retorno à esse pequeno pedaço do paraíso. Como eu disse, estamos ficando obcecados por ir mais longe e encarar caminhos mais difíceis e desconhecidos.

Fotos: Marcos Ribas

image
image
image
image
image
image
image
image
image
image
image
image
image

Deixe um comentário

Register / Login